Início > PS3, Random > Fus… Ro… preciso dizer o resto?

Fus… Ro… preciso dizer o resto?

Finalmente criei coragem para começar a jogar The Elder Scrolls V: Skyrim (minha TV velha dá uma certa dificuldade para ler a maioria dos textos, por isso ainda não tinha começado a jogar, apesar de ter o jogo há meses), e vou dizer o que achei do jogo até agora (embora tenha jogado por menos de uma semana).

Ótima jogabilidade, gráficos incríveis, sistema de habilidades interessante (que me lembra Grandia e SMT:IMAGINE), trilha sonora empolgante, e uma história aparentemente boa (ainda não avancei muito na história principal).

O grande problema que encontrei nesse jogo é o mesmo que encontrei em Dragon Age 2: um foco excessivo em  sidequests desde o começo do jogo. Antes de completar a 5ª quest principal eu já tinha feito 12 sidequests (e inúmeros Miscellaneous), chegado em Lv37, liberado 3 Shouts e 1 Power, comprado 2 casas, derrotado 7 dragões, completado 14 dungeons, e maximizado Illusion e Alteration! (além de todas as skills de Mage/Thief em 50+, e Archery em 48)

Não condeno um jogo por uma grande quantidade de sidequests (pelo contrário, acho até bom, como em Wild ARMs 5), mas quando você pega uma sidequest na primeira cidade que pede que você viaje até uma cidade DO OUTRO LADO DO MAPA, dá pra notar que tem alguma coisa errada.

O foco excessivo em sidequests faz o jogador não ter muitos motivos para continuar a história principal (hell, as sidequests das ordens que você pode se juntar são suas próprias histórias). Eu perdi a vontade de jogar Dragon Age 2 por esse motivo, e espero que o mesmo não aconteça com Skyrim.

Em suma, eu diria que é um ótimo jogo, e bastante viciante, mas poderia ter um foco um pouco maior na história principal. Recomendo pra qualquer um que curta um bom e velho jogo de espada e magia e esteja cansado do velho “mate X número de inimigos para passar de Lv”.

Also, o fato de você ser o único alvo de QUALQUER inimigo (exceto dragões, que atacam qualquer coisa que se mova, inclusive outros dragões) não ajuda muito. Já me aconteceu umas 5 vezes de eu estar enfrentando um dragão e de repente um gigante ou um urso aparece do nada e começa a me atacar. Uma vez eu salvei um vilarejo de um dragão e os guardas vieram me atacar!

O que me lembra: se um dragão estiver atacando uma cidade, NÃO use magias de área, NÃO conjure Atronaches, e NÃO se transforme em lobisomem, ou os guardas param de atacar o dragão para atacar você >.>

P.S.: Se estiver começando a jogar, aconselho que termine a main quest The Way of the Voice ASAP, pois nela você aprende o shout Whirlwind Sprint, que é coisa linda de deus para fugir daquelas mordidas de dragões que te matam em um golpe se você for mago como eu :P

Categorias:PS3, Random Tags:,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: