Arquivo

Posts Tagged ‘Tales of Graces f’

IT’S HAPPENING!

12/07/2014 10 comentários

Whoa, já faz mesmo todos esses meses desde que postei algo? Eu sei que disse que não ia mais falar sobre isso, mas…

Enfim, eu até tentei postar alguma coisa, mas quando tinha uma idéia sólida, acabava acontecendo algo e ficava sem tempo pra isso, e depois esquecia o que ia escrever :P

Nway, vamos ao que interessa. No fim das contas, decidi falar de algo mais recente, então só tenho duas coisas sobre o que falar.

Primeiro, The International 4. Se você ainda não ouviu falar disso, ou você não liga para jogos competitivos, ou você não tem prestado muita atenção, já que estamos falando do maior campeonato de jogos de todos os tempos, com um prêmio total de mais de 10.000.000 de dólares, que virou notícias em vários jornais ao redor do mundo nas últimas semanas, e começou os playoffs em 8 de Julho.

Em resumo, se você conhece ou já ouviu falar de Dota 2, vá assistir agora mesmo. Se estiver pelo menos interessado, aconselho que assista mesmo assim (há narradores brasileiros, caso não saiba inglês o suficiente para entender). Infelizmente, os dois times para os quais eu estava torcendo acabam de ser eliminados enquanto escrevo isso, though :(

A outra coisa que eu tenho para falar é, e se você prestou atenção nesse blog nos últimos 2 meses, você já sabe: Tales of Graces f.

Apesar de Tales of the Abyss ter sido um dos meus jogos preferidos (ao ponto de eu fazer um detonado mais do que completo), tenho de admitir que eu não esperava gostar tanto desse jogo.

Inicialmente, o jogo é bem estranho. Você joga com garotos de 9-14 anos, A-Artes (ataques básicos) não podem ser usados livremente (pois gastam CC, que você só tem uns 3-6) e possuem nomes estranhos, você não tem acesso a B-Artes, metade do tempo você tem alguém no grupo que não pode lutar, etc.

Daí acaba o primeiro capítulo, alguns anos se passam, e de repente esse jogo se tornou um dos melhores RPGs do ps3, na minha opinião. A história não é muito inovadora (até porque a série Tales of sempre segue uma fórmula básica), e possui um tom cômico bem maior que outros jogos, mas quatro coisas me chamaram bastante a atenção:

Primeiro, Skit Scenes finalmente são dubladas na versão US. E o jogo faz piada sobre isso! (essa é a descrição do Title que você ganha por assistir a 95% das Skits do jogo).

Segundo, os personagens. Quem já jogou um Tales of sabe que os personagens da série sempre possuem uma profundidade maior do que em praticamente qualquer outra série (em grande parte devido às Skit Scenes), e Graces f não deixa a desejar. Pascal agora é uma das minhas personagens favoritas de todos os tempos.

Terceiro, o sistema de combate possui um foco muito mais defensivo do que outros jogos da série. Há várias passivas que melhoram os efeitos de defender e desviar de golpes inimigos, enquanto, a menos que jogue na dificuldade Easy, é praticamente impossível tankar qualquer coisa. Also, não é possível ficar martelando X para atacar repetidamente: A-Artes (ataques comuns) gastam CC assim como B-Artes.

Quarto, tem tanta coisa para fazer. Diferente de outros jogos da série, não há nada bloquado por trás do NG+, então é possível fazer tudo desde o começo (ok, o Title que precisa de Lv200 provavelmente é impossível sem um NG+). Existem mais de 1000 Titles, milhares de skills passivas, centenas de Skit Scenes, dezenas de Artes, dezenas de sidequests, equipamentos podem ser melhorados até +99, entre outras coisas. Jogando na dificuldade Chaos desde que a desbloqueei, levei cerca de 90h para completar a história principal. Daí vem o epílogo Lineage & Legacies (AKA f arc), me levando a 130h total, e então ainda tem mais uma dungeon opcional depois disso que ainda estou explorando, Zhonecage. E isso tudo antes de começar um NG+!

Also, o Grade Shop funciona diferente do resto da série: você não ganha mais Grade baseado na sua performance em batalha. Ao invés disso, você ganha Grade baseado no que você fez durante o jogo. Coisas como nº de Titles em rank Master, nº de Soul Orbs, melhor equipamento melhorado, sidequests completadas, etc., aumentam seu Grade. Os preços no Grade Shop também não são muito altos. Com exceção da opção de manter todas as Artes e skills passivas (que custa 2500 Grade), quase tudo custa 200 Grade ou menos (existem alguns que custam ~400, mas são só uns 2). No fim do meu primeiro playthrough, se eu não comprar a opção de manter skills, posso comprar todas as outras opções.

E para terminar, ladies and gentlemen, Pascal!

Pascal - Fever Dream